O Hospedeiro (The Host/Hangul/Goemul) – 2006

O Hospedeiro é um filme de ficção/terror/comédia sul-coreano lançado em 2006 e estrelado por Song Kang-ho, Byun Hee-bong, Park Hae-il, Bae Doona e Go Ah-sung, sob a direção de Bong Joon-ho. O filme foi lançado no Brasil pela Swen Filmes nos cinemas e DVD.

O Hospedeiro capa

Sinopse: Um cientista, em um laboratório de uma base militar dos Estados Unidos na Coréia do Sul ordena que despejem uma substancia tóxica no rio Han… sem saber dos perigos e consequências. Na beira do rio, mora uma família proprietária de uma barraquinha de comida. Um pai e três filhos vivem na mesma casa: o filho mais velho que, apesar de ter 40 anos, é imaturo; a filha do meio, é arqueira do time olímpico coreano; e o mais novo é desempregado. Todos cuidam da filha do mais velho que desaparece quando uma estranha mutação surge nas margens, obrigando-os a lutarem sozinhos contra seus medos. Você vai se arrepiar com essa superprodução que se tornou o filme mais popular da história da Coreia do Sul.

Ficha Técnica:

Título Original: The Host/Hangul/Goemul
Título no Brasil: O Hospedeiro
Duração aproximada de filme: 120 Minutos
Gênero: Ficção/Terror/Comédia
Ano de Lançamento: 2006
País de origem: Coréia do Sul
Direção: Bong Joon-ho
Roteiro: Baek Chul-hyun/Bong Joon-ho
Distribuição: Swen Filmes/
Orçamento: US$ 11 milhões/W 11800000000
Bilheteria/Receita: US$ 89.106.383  milhões
Estúdio de dublagem no Brasil: Sigma
Classificação indicativa: 14-anos

Sobre o filme:

O filme inicia dentro de um laboratório de uma base militar dos Estados Unidos na Coréia do Sul, mostrando um cientista ordenando que seu subordinado jogue no rio Han, resto de produtos químicos sem se importar com os impactos ambientais que isso causará. Seis anos se passam e nós conhecemos o simpático Gang-du (Song Kang-ho), que com seu pai Hee-bong (Byun Hee-bong) e sua filha Hyun-seo (Go Ah-sung), comandam uma lanchonete e bar à beira do rio. Enquanto Gang-du está atendendo clientes, eles e várias pessoas testemunham uma criatura pendurada embaixo da Ponte Wonhyo. A criatura mergulha no rio e parece ter nadado para longe. As pessoas tentam chamá-la de volta jogando alimentos na água, mas parece que foi em vão. Gang-du decide olhar para um determinado lugar da margem e observa que a criatura subiu nela e passou a atacar as pessoas.

O Hospedeiro foto 18

Gang-du e várias pessoas começam a correr na outra direção a fim de escapar da criatura. Enquanto foge do monstro, Gang-du observa Hyun-seo e em meio à multidão pega na mão dela para fugir. Pouco tempo depois, ele percebe que se equivocou e segurou a mão de outra garota por engano. A última coisa que Gang-du vê é sua filha sendo levada para o fundo do rio pela criatura. Após os estragos feitos pelo monstro, o governo coreano decide fazer um funeral dedicado às vítimas do ocorrido. Desolados, Gang-du e Hee-bong choram em frente à foto de Hyun-seo. Nam-Joo (Bae Doona), irmã de Gang-du e arqueira do time olímpico da Coréia do Sul, chega ao local junto do irmão mais novo, Nam-il (Park Hae-il), um graduado desempregado, alcoólatra e ex-ativista político.

O Hospedeiro foto 06

O governo sul-coreano e as forças armadas americanas chegam ao local para colocar em quarentena todos aqueles que tiveram contato com a criatura, pois segundo eles, ela é portadora de um vírus mortal. Gang-du e sua família são levados. No hospital, ele recebe uma ligação de Hyun-seo, revelando que ela ainda está viva na toca do monstro, ele tenta falar mais um pouco com a filha, mas a bateria do celular da garota esgota e Gang-du perde a ligação. Ele tenta desesperadamente convencer as autoridades de que sua filha pode estar viva, mas ninguém dá ouvidos ao rapaz, exceto sua família. Hee-bong decide comprar um caminhão ilegalmente para fugir do hospital com os filhos e localizar Hyun -seo.

O Hospedeiro foto 16

Após fugirem, de um modo muito hilário, eles se preparam como podem para localizar a toca do monstro. Mas não será um trabalho fácil, pois além de pensar que Hyun-seo pode morrer a qualquer momento, eles passam a ser fugitivos, e qualquer coisa que decidam fazer, precisam ser discretos para não chamar a atenção do governo sul-coreano e das forças armadas americanas, fora as dificuldades de localizar a criatura, que passa a atacar vários pontos da cidade e desaparece de modo que dificilmente alguém a encontre.  O filme segue uma linha e o desenrolar dos fatos vão prendendo o público de modo equilibrado, até o grande ápice quando o governo da Coréia e as forças americanas decidem lançar um produto químico de nome Agente Amarelo para matar a criatura, enquanto Gang-du tenta desesperadamente confrontar o monstro para poder finalmente resgatar sua filha.

Conclusão:

O Hospedeiro foto 17

Com boas cenas de perseguição, bom humor e drama, O Hospedeiro é um filme que mostra que o cinema sul-coreano pode ser tão bom quanto o norte-americano se ele quiser. O longa nos apresenta um filme de monstros que deixa muitas superproduções para trás, além de destacar o cinema asiático que parecia estar apagado, lançando produções nada agradáveis para a crítica e público.

O filme também aborda a questão da política na Coréia do Sul. Parte de O Hospedeiro foi baseado em um acontecimento verídico que ocorreu no ano de 2000 quando um agente funerário coreano que trabalhava para as forças militares norte-americanas, despejou uma grande quantidade de formaldeído, também conhecido como formol, no ralo que dá no rio Han, causando vários impactos ambientais. O Agente Amarelo é uma crítica ao Agente Laranja, substância usada comumente em guerras. O governo sul-coreano é retratado também de forma satírica no filme, as cenas em que as pessoas protestam contra o laçamento do Agente Amarelo próximo ao rio, até o modo de como eles tentam controlar a situação de forma burocrática e indiferente com a população, em fim, tudo o que envolve a história política da Coréia do Sul.

De maneira agradável, O Hospedeiro tenta nos transmitir toda aquela atmosfera crítica em um filme de monstros – que geralmente trabalha com elementos totalmente ficcionais – com a realidade sul-coreana, e uma crítica às intervenções dos Estados Unidos, com a dose perfeita de ficção, drama e humor. O filme se saiu muito bem quanto as críticas, no Rotten Tomatoes ele possui 92% de aprovação baseada em 146 críticas, sendo que 135 críticas foram a seu favor.

Com seu excelente desenvolvimento,  O Hospedeiro teve um desempenho satisfatório em sua semana de estréia arrecadando 2,63 milhões. Em um mês de estréia na Coréia, o filme arrecadou mais de 13 milhões. O Metacritic avaliou o filme como um dos melhores de 2007 e das 100 críticas que recebeu, 85 eram a seu favor. No Adoro Cinema, o filme recebeu 4 de 5 estrelas e no Interfilmes, a maioria dos comentários são a seu favor. Vale a pena conferir esta produção que ajudou a elevar o nível da Coréia do Sul em relação ao cinema. Boa sessão e aproveitem! curtir

Disponibilidade do DVD de O Hospedeiro

Áudio: Português 2.0 Dolby Digital/ Coreano 2.0 Dolvy Digital
Legendas: Português
Extras: Slide show/ Novidades
Formato de tela: 16:9 Widescreen Anamórfico
NTSC

Prêmios e indicações

ASIA PACIFIC FILM FESTIVAL – 2006
Melhor ator coadjuvante – Byun Hee-bong – Venceu
Melhor som – Choi Tae-young – Venceu
Melhor edição – Kim Sun-min – Venceu

CHUNSA FILM ART AWARDS – 2006
Melhor iluminação – Lee Kang-san – Venceu
Melhor técnico – Jang Cheol-Hwi – Venceu

BLUE DRAGON FILM AWARDS – 2006
Melhor filme- Venceu
Melhor ator coadjuvante – Hyun Hee-bong – Venceu
Best New Actress – Go Ah-sung – Venceu
Melhores efeitos visuais – The Orphanage , EON – Venceu
Melhor ator – Song Kang-ho – Indicado
Melhor atriz coadjuvante – Bae Doona – Indicada
Melhor diretor – Bong Joon-ho – Indicado
Melhor roteiro – Bong Joon-ho – Indicado
Melhor fotografia – Kim Hyung-koo

KOREAN FILM AWARDS – 2006
Melhor filme – Venceu
Melhor diretor – Bong Joon-ho – Venceu
Melhor fotografia – Kim Hyung-koo – Venceu
Melhores efeitos visuais – The Orphanage, EON – Venceu
Melhor som – Choi Tae-young – Venceu
Melhor atriz coadjuvante – Go Ah-sung – Indicada
Melhor direção de arte – Ryu Seong-hee – Indicado
Melhor música – Lee Byung-woo – Indicado

DIRECTOR’S CUT AWARDS – 2006
Melhor performers award – Ensemble elenco ( Song Kang-ho , Byun Hee-bong , Parque Hae-il , Bae Doona , Go Ah-sung ) – Venceu

ASIAN FILM AWARDS – 2007
Melhor filme – Venceu
Melhor ator – Song Kang-ho – Venceu
Melhor fotografia – Kim Hyung-koo – Venceu
Melhores efeitos visuais – Venceu
Melhor edição – Kim Sun-min – Indicado

HONG KONG FILM AWARDS – 2007
Melhor filme asiático – Indicado

BAEKSANG ARTS AWARDS – 2007
Melhor filme – Venceu
Melhor ator – Byun Hee-bong
Best new actress – Go Ah-sung – Indicada

SATURN AWARDS – 2007
Melhor filme internacional – Indicado
Melhor performance de um jovem ator – Go Ah-sung – Indicada

GRAND BELL AWARDS – 2007
Melhor diretor – Nong Joon-ho – Venceu
Melhor edição – Kim Sun-min – Venceu
Melhor filme – Indicado
Melhor ator – Song Kang-ho – Indicado
Melhor ator coadjuvante – Byun Hee-bong – Indicado
Melhor atriz coadjuvante – Go Ah-sung – Indicada
Melhor fotografia – Kim Hyung-koo – Indicado
Melhores efeitos visuais – Indicado
Melhor som – Choi Tae-young – Indicado

BUSAN FILM CRITIC AWARDS – 2007
Prêmio do Júri – Venceu

BELGIAN SYNDICATE OF CINEMA CRITICS – 2008
Grand Prix – Indicado

Onde comprar este filme:

Livrarias Saraiva
Livraria Cultura

Elenco de O Hospedeiro

Song Kang-ho como Gang-du

Song Kang-ho como Gang-du

Byun Hee-bong como Hee-bong

Byun Hee-bong como Hee-bong

 

 

 

 

 

 

 

Park Hae-il como Nam-il

Park Hae-il como Nam-il

Bae Doona como Nam-joo

Bae Doona como Nam-joo

 

 

 

 

 

 

 

Go Ah-sung vomo Hyun-seo

Go Ah-sung vomo Hyun-seo

Lee Dong-ho como Se-joo

Lee Dong-ho como Se-joo

 

 

 

 

 

E também:

Oh Dal-su como a voz do monstro
Lee Jae-Eung como Se-jin
Yim Pil-sung como Na-il senior, “Fat Guevara ”
David Joseph Anselmo como Donald
Scott Wilson como o médico militar americano
Vá Soo-hee como a enfermeira refém
Paul Lazar como o médico americano
Brian Lee como o jovem médico coreano
Yoon Je-moon como o mendigo

Elenco de dublagem de O Hospedeiro
Estúdio Sigma
Direção: Renato Soares
Mídia: DVD

Tatá Guarnieri (Song Kang-ho): Gang-du
Eudes Carvalho (Byun Hee-Bong): Hee-bong
Ricardo Sawaya (Park Hae-il): Nam-il
Letícia Quinto (Bae Doona): Nam-joo
Priscila Ferreira (Go Ah-sung) Hyun-seo
Daniel Figueira (Lee Dong-hoo) Se-joo
Mauro Eduardo (Lee Jae-Eung) See-jin
Sérgio Corcetti (David Joseph) Sérgio Corcetti

Outras vozes:
Alfredo Rollo
Jorge Barcellos
Emerson Caperbat
Guilherme Lopes
Leila Dhi Castro
Rosa Barcellos
Mirna Rodrigues
Cesar Marcheti
Carlos Campanille
Paulo Porto
Fátima Silva
Fritz Gianvito
Ângela Couto
Felipe Zilse

Trailer de O Hospedeiro

Curta nossa página no facebook: https://www.facebook.com/filmesnobrasil

Galeria de Fotos

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

Qual sua opinião sobre este filme?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s